Mindfulness para Crianças e Jovens

 

 

CUIDAR DAS NOSSAS CRIANÇAS

 

Hoje em dia há uma panóplia de condições que influenciam negativamente as famílias, onde se incluem as crianças e jovens, como sejam desemprego, dificuldades financeiras, divórcios, doenças físicas e mentais, depressões, vícios, dependências e violência sob várias formas, entre outras.

 

Num estudo realizado pela UNICEF em 2007, sobre o bem-estar das crianças e adolescentes em países economicamente avançados foi avaliado o bem-estar material, as relações com os familiares e os pares, os comportamentos e riscos, a pobreza infantil, a saúde e a segurança, a educação e o bem-estar subjectivo. Como é mencionado na primeira página do relatório:

 

A verdadeira medida do estado em que se encontra uma nação é como ela cuida das suas crianças - a sua saúde e protecção, a sua segurança material, a sua educação e socialização, e o seu sentimento de serem amadas, valorizadas e incluídas nas famílias e sociedades em que nasceram.”

Os adultos estão sempre a dizer às crianças para prestarem atenção mas nunca lhes ensinam como isso se faz. O ritmo instável do mundo moderno, as múltiplas tarefas para realizar, as distrações que diariamente bombardeiam as mentes dos mais pequenos (e dos crescidos também…) como os telemóveis, a internet, a televisão,… tornam ainda mais difícil que consigam estar conscientes das suas acções físicas, verbais e mentais. Tal como diz B. Allan Wallace, vivemos no mundo do défice de atenção e hiperactividade.

 

O INTERESSE CRESCENTE PELA ATENÇÃO PLENA

 

O interesse pelo conceito de Atenção Plena no Ocidente teve início, em 1979, com o trabalho de Jon Kabat-Zinn, ao aplicar práticas de atenção plena com os seus pacientes, para minimizar os efeitos das doenças e dores crónicas, no seu programa de MBSR (Mindfulness-Based Stress Reduction), redução do stress baseado na Atenção Plena.

 

O conceito de Atenção Plena experimenta actualmente uma enorme popularidade no mundo ocidental, com especial destaque para os Estados Unidos da América, mas esta tendência está já a alargar-se a muitos outros países.

 

Cientistas e académicos têm demonstrado o seu crescente interesse por este conceito e proliferam os estudos, teses e publicações sobre as mais diversas aplicações que o mesmo pode assumir, desde o campo da saúde e da justiça, até à política e à educação, debruçando-se também esses estudos sobre os potenciais impactes que a prática de Atenção Plena pode ter na vida das pessoas.

 

Prova desta expansão é o Mindfulness Research Guide, uma base de dados referencial que agrega as publicações produzidas nos últimos quinze anos na área da Atenção Plena. A crescente investigação acerca da utilização da Atenção Plena com adultos sugere que se revela eficaz na promoção da saúde mental e do bem-estar.

 

 1  2  »  Seguinte

2020 Centro de Mindfulness e Vida Plena ®